Siga-nos:

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
  • White Twitter Icon

© 2020 Game Audio School

Gerenciado por Andromeda Sound

NEWS

  • Felipe Ritzel

1# Como sair da mesmice e suas músicas soarem mais interessantes

Atualizado: 3 de Jun de 2019

Existe o mito de que, para compor, ter inspiração para fazer músicas ou qualquer tipo de arte, é melhor não seguir a teoria. Será que isso é verdade?




Já se deparou com a seguinte situação enquanto estava compondo uma música? Você sente que já escutou a frase musical que você está compondo pois tem a sensação de já ter escutado ela antes? Isso é realmente comum para compositores e talvez o maior desafio de todos é não soar clichê em suas novas melodias.

Você tem muitos caminhos para sair do clichê no aspecto de conhecimento musical. Com um olhar diferente sobre a música, podemos soar de maneira original e ainda não descaracterizar um estilo.

Existe o mito de que, para compor, ter inspiração para fazer músicas ou qualquer tipo de arte, é melhor não seguir a teoria. Estou aqui para comentar um pouco sobre isso, e, de fato, negar a teoria num breve momento pode ajudar a iniciar um tema, uma ideia musical. Porém, quando essa ideia não é inovadora, ela soa clichê e pode estar soando sem sentido para o trabalho que estamos compondo. O que o conhecimento nos dá é o caminho para usarmos nossa criatividade de maneira a chegarmos onde queremos.

Melodias clichês

É muito comum em nossas composições acabarmos caindo na armadilha de compor linhas melódicas que estamos habituados a escutar, soar parecido com os nossos gostos e referências. Pois bem, você sabia que com um pouco de criatividade e conhecimento você pode resolver isso? Em linhas melódicas, por exemplo, podemos ter uma variação rítmica diferenciada, como também podemos iniciar numa tonalidade e terminar em outra, modulando e causando uma sensação incomum ao ouvinte. Outra ideia é utilizar as repetições, tanto de notas, quanto de trechos, pausas, etc... Falo aqui apenas da composição de uma melodia inicial, mas imagine as possibilidades que podemos ter dentro de uma música completa!

Teoria musical é uma ferramenta essencial para sair da mesmice e não parecer uma cópia.

Através do conhecimento musical podemos criar linhas das mais simples às mais elaboradas e para nós, compositores de música de games, é indispensável dominar esses recursos. Ou você quer soar parecido como outras trilhas já compostas? Vamos pegar um exemplo. Você gostaria de soar parecido com a trilha sonora do The Witcher 3: Wild Hunt? É possível que, sem conhecimento, consigamos fazer algumas melodias parecidas, mas sem conhecimento tenho certeza que não conseguiremos chegar nem próximo ao resultado de Marcin Przybyłowicz. E além disso, qual motivo poderíamos ter para soar como uma cópia? Ser conhecido como "aquela trilha que parece The Witcher"? Pense sobre isso...

Experimente!

Sempre é recomendado ter referências na hora de compor, mas soar uma cópia não é nem gratificante e nem genuíno a um compositor. Com certeza, para obtermos uma carreira relevante no mercado é importante termos nossas próprias características e o conhecimento a nosso favor. Experimente desenvolver seus próprios traços e soar como você mesmo e não como os outros.

35 visualizações